Campus Party mostra formas de integrar tecnologia à educação

Evento é uma excelente oportunidade para as escolas se atualizarem sobre as tendências tecnológicas, vivenciar a experiência dos alunos e ver como eles se engajam, como colaboram e se mobilizam.

Inicialmente conhecida apenas como um “acampamento nerd”, ao longo da última década a Campus Party se consolidou como um espaço para discutir a tecnologia e seu impacto sobre vários setores de nossa sociedade, entre eles a educação.

A 11ª edição do evento, que acontece até o dia 03 de Fevereiro no Parque Anhembi em São Paulo, não é diferente. Visitamos a #CPBR para nos inspirar e conhecer o que há de melhor em inovação, principalmente o Espaço Aprendizagem Criativa, uma iniciativa apoiada por nós e que tem tudo a ver com nossa visão para a educação no Brasil.

Segundo Leo Burdi, do MIT Media Lab, o espaço foi desenvolvido em cerca de um mês pela Rede Brasileira de Aprendizagem Criativa, uma organização que conta com mais de 1.300 voluntários em todo o país que desejam transformar a educação em uma experiência mais lúdica e interativa, e conta com o apoio da Fundação Lemann, do MIT Media Lab nos EUA e da Positivo Tecnologia, entre outros.

Até o final da Campus Party Brasil o Espaço Aprendizagem Criativa abrigará mais de 30 atividades, todas gratuitas e abertas ao público, entre elas oficinas de Introdução à Aprendizagem Criativa, robótica, modelagem 3D, soldagem de componentes eletrônicos, criação de kits pedagógicos, introdução à programação e muito mais.

campus party exposicao microbit

Vários BBC micro:bit estão em exposição no Espaço Aprendizagem Criativa

Também estão na pauta palestras com os principais YouTubers de educação no Brasil, como Carina Fragozo (do canal English in Brazil) e Bruna Vilela e Prô Terra (do canal Duvidando), falando sobre revolução que o YouTube tem realizado na educação.

Uma das atrações do stand é uma mostra que apresenta algumas das possibilidades do BBC micro:bit e conta com 12 placas desempenhando atividades diferentes, de termômetros a jogos de dados. Os visitantes são encorajados a manusear as placas, que reagem a som, luzes, temperatura ou movimento, e analisar os resultados. Com isso, podem compreender um pouco de seu funcionamento e possibilidades.

Parada obrigatória é o espaço onde os visitantes são convidados a soltar a imaginação, misturando massa de modelar, LEDs, baterias, motores, tintas, copos plásticos e outros itens do dia a dia para criar qualquer coisa que vier à cabeça. Afinal, esse é um dos preceitos básicos da aprendizagem criativa: aprender com a mão na massa, experimentando e observando resultados.

No Espaço Aprendizagem Criativa, todos podem soltar a imaginação!

O BBC micro:bit aprende um novo idioma

O Espaço Aprendizagem Criativa também foi palco de uma ótima notícia: o lançamento de extensões para a linguagem de programação Scratch, que permitem sua integração com o BBC micro:bit.

Com estas extensões o BBC micro:bit se torna ainda mais versátil, e pode ser usado como um “controle remoto” para programas em Scratch, que podem interagir com os botões, luzes e sensores da placa. No momento a extensão oficial só funciona no Mac OS X. Uma segunda extensão experimental, desenvolvida pelo brasileiro João Adriano Freitas, funciona no Linux e Windows 10 e tem alguns recursos extras.

campus party scratch microbit

Extensão permite integrar o BBC micro:bit a programas em Scratch

E o que mais?

Quem visitar a Campus Party Brasil não deve deixar de assitir a uma das corridas de drones, que acontecem em uma pista especial montada próxima à entrada. À direita da pista, outra atração imperdível: um conjunto variado de simuladores onde os participantes podem experimentar, em realidade virtual, a sensação de pilotar um carro de corrida, avião, voar de asa delta ou comandar um robô gigante em combate. As filas são grandes, mas a experiência é inesquecível.

À esquerda da pista há vários stands do projeto Campus Future com impressionantes projetos criados por estudantes universitários de todo o país. Entre eles a moto criada pela equipe da Coyote Motor Racing da Unifei em Itajubá, MG, que em uma competição na espanha chegou a 180 Km/h. Ou o impressionante Guarani 24, um foguete construído pela equipe Capital Rocket Team da Universidade Nacional de Brasília, projetado para atingir até 3 Km de altura. Ou então o Garatéa-E, criado pela equipe Zenith da USP em São Carlos, SP, para levar experimentos com a temática aeroespacial a estudantes do ensino médio e fundamental.

campus party moto unifei

Moto criada pela Coyote Motor Racing, formada por estudantes da Unifei

Mais que um evento de tecnologia e “uma festa nerd”, a Campus Party Brasil é uma excelente oportunidade para as escolas se atualizarem sobre tendências tecnológicas. Mas o mais marcante é vivenciar a experiência dos alunos, ver como eles se engajam, como colaboram e se mobilizam. É um exemplo vivo de como eles querem aprender e protagonizar o seu desenvolvimento.

O evento vai até 3 de Fevereiro no Parque Anhembi, em SP. O acesso à área Open Campus, onde você pode conferir todas as atrações acima, é gratuito das 10 às 20h. Confira a lista de atrações no site oficial.

Gostou do conceito de Aprendizagem Criativa? Então conheça a metodologia STEM e descubra como integrar tecnologia, artes e inventividade para potencializar o aprendizado de seus alunos.

Quero aprender mais!

Innovation Room no Instituto Educacional Crescer

Confira a experiência do Instituto Educacional Crescer de Campinas (SP), com o Innovation Room e as aulas do Pense Matemática e de robótica. Confira depoimentos de quem está envolvido no projeto: gestão, professores, alunos e pais. Assista agora e veja os benefícios...